saopaulo.sp.gov.br
|
Cidadão SP
       
/goversp
Cultura e
Economia Criativa
Compartilhe este evento
Notícia
Saiba os cuidados essenciais para a saúde vocal

Você sabia que a sua voz também precisa de cuidados? 

Hoje eu trouxe por aqui um tema muito importante para diferentes profissionais, principalmente cantoras e cantores: cuidados essenciais que devemos ter para a saúde vocal. Para ajudar nesse tema, tivemos a colaboração da professora de canto da Emesp Tom Jobim Marília Vargas, que trouxe ótimas dicas e muito aprendizado. 

Para começar, Marília Vargas destaca o cuidado principal: Se observar e se conhecer, já que muitas práticas podem ser mais toleradas por certos tipos de organismo. 

“O principal cuidado é o conhecimento de seu instrumento. Sentir e observar o que lhe faz bem, e o que lhe faz menos bem. Cuidados básicos como evitar fumar, evitar álcool, dormir bem, se hidratar, evitar conversar em locais muito barulhentos, etc, são necessários e valem para todos, mas podem variar de intensidade de pessoa para pessoa”, afirma a professora. 

Existem exercícios e práticas para manter a saúde vocal? 

Marília Vargas ressalta que existem muitos cuidados e práticas, e estas podem variar de pessoa para pessoa. “Para mim, todo cuidado que você tem com seu corpo e com sua mente, de alguma forma afetam o trato vocal ou sua forma de cantar. Nosso corpo é nosso instrumento e não devemos pensar na voz apenas na garganta”, destaca. E todo bem-estar físico e mental, assim como toda consciência corporal adquirida, será benéfica para a voz. 

Esses cuidados podem contribuir também com uma melhora na performance artística? 

“Acredito que tudo pode interferir na performance artística. Aquela noite difícil, aquele problema pontual, ou o contrário, aquela alegria ou boa notícia, toda e qualquer questão pode ativar mecanismos no nosso corpo, e desta forma, afetar positiva ou negativamente a performance.  

Por isso a importância da técnica vocal. Quando ela está consolidada e você conhece os mecanismos de seu corpo e ao mesmo tempo adquire uma boa consciência corporal, se torna mais capaz de manter um equilíbrio na performance, mesmo em situações não ideais.” 

E um cantor que não tem esses cuidados, que tipo de problemas ele pode ter?


Acredito que a falta de consciência corporal, de consciência técnica e de cuidados com seu instrumento são fatais, no sentido de que tudo pode acontecer de surpresa. Se você não sabe o quanto algo te cansa, e não sabe como administrar bem a sua energia, pode não conseguir terminar de cantar uma ária, ou mesmo um concerto todo! Pode não perceber sinais que seu corpo e sua própria voz lhe mandam e com isso, se desgastar.

Por outro lado, por exemplo: se sabe que mesmo dormindo mal, é capaz de aguentar um importante ensaio ou recital, ficará mais tranquilo e sereno para aguentar a jornada, saberá que tudo está sob controle. Sem dúvida terá mais chance de sucesso e menos motivos para entrar em colapso por puro pânico do que não conhece. Minha querida professora sempre falava “cante com os juros, não com o capital”. Entendo hoje que para cantar com “os juros”, preciso ter conhecimento sobre o meu “capital”. E fazer de tudo para estes “juros” renderem para sempre!

Esses cuidados podem ajudar também outros profissionais que trabalham com a voz, além de cantores?

Sem dúvida. A voz é um instrumento delicado e todas as pessoas que fazem uso intensivo dela deveriam buscar um pouco de conhecimento técnico. Uma melhor consciência da respiração já se faz extremadamente benéfica para a voz falada. Quanto mais fundo você for nesta busca, no sentido da percepção do corpo e dos espaços de ressonância, mais vai se beneficiar.

E para as crianças e adolescentes que cantam e utilizam muito a voz, os cuidados costumam ser os mesmo que para os adultos?


Sim! Muito cuidado! A voz de uma criança é como um cristalzinho frágil e requer cuidados. O “abuso vocal” – seja cantando demais ou forçando ao falar/gritar – pode ser bastante danoso. Também acredito que é muito importante respeitar o tempo da voz da criança. Não querer para ela uma “voz adulta” – deixar o tempo natural cuidar do amadurecimento é a chave para ter uma voz para toda a vida.

Para finalizar, você deixaria 5 cuidados básicos para o dia a dia?

  • Dormir bem
  • Se hidratar bem
  • Comer bem (cuidar muito se tiver tendência para refluxo)
  • Cuidar do seu corpo e da sua mente com muito carinho
  • Observar seu corpo – se conhecer e perceber o que lhe faz bem!
Theatro São Paulo 2021 © Todos os direitos reservados