saopaulo.sp.gov.br
|
Cidadão SP
       
/goversp
Cultura e
Economia Criativa
Compartilhe este evento
Notícia
No Música ao Meio-Dia, os pais do nacionalismo musical brasileiro

Nesta segunda-feira, o Música ao Meio-Dia apresenta repertório de resistência e de luta. Com os violinos Jonathan Cardoso e Lemuel Codeiro, Francisco Lopes na viola e Camila Hessel no violoncelo, o conjunto Música Brasileira interpreta Heitor Villa-Lobos e Alberto Nepomuceno.

Expoentes no repensar da musicalidade brasileira, ambos os compositores deram início ao período moderno da música nacional, momento em que intelectuais brasileiros se ocupavam de discussões sobre a identidade do país.  Alberto, que em 1895 declarou guerra contra a hegemonia estilística europeia em seu concerto histórico no Instituto Nacional de Música, é considerado o pai do nacionalismo erudito no Brasil. Não menos ousado, Heitor Villa-Lobos foi o responsável pela criação do que hoje considera-se a linguagem musical tipicamente brasileira. Compôs obras com os elementos de canções populares, indígenas nacionais e nuances regionais.

Programa:

ALBERTO NEPOMUCENO

Quarteto de cordas n° 1

I. Allegro agitato

II. Andante

III. Scherzo

IV. Allegro spirituoso

HEITOR VILLA-LOBOS

Quarteto n° 1, op. 50

Cantilena – Andante

Brincadeira – Allegretto scherzando

Canto lírico – Moderato

Cançoneta – Andante, quase moderato

Melancolia – Lento

Saltando como um Saci – Allegro

Serviço:

MÚSICA AO MEIO-DIA

Música Brasileira

Jonathan Cardoso, violino I

Lemuel Cordeiro, violino II

Francisco Darling Lopes, viola

Camila Hessel, violoncelo

Segunda-feira, às 12h, no saguão do Theatro São Pedro
Rua Dr. Albuquerque Lins, 207 – São Paulo – SP
Metrô Marechal Deodoro
Tel. (11) 3667-0499
Entrada gratuita

Theatro São Paulo 2021 © Todos os direitos reservados