saopaulo.sp.gov.br
|
Cidadão SP
       
/goversp
Cultura e
Economia Criativa
Compartilhe este evento
Notícia
Os sete pecados Capitais no Theatro São Pedro

Tem ópera nova no Theatro São Pedro!


O Theatro São Pedro estreia a temporada da ópera Os Sete Pecados Capitais, de Kurt Weill e Bertolt Brecht.

Confira aqui o Programa da Ópera


Sobre a ópera

A obra narra a história de Anna, que parte em viagem para conseguir trabalho e, mais tarde, poder retornar à Louisianna e construir uma casa para sua família. Brecht e Weill dividem Anna em duas. Anna I é cuidadosa e equilibrada; Anna II é uma menina transformada em mercadoria.

Para diferentes personalidades, ou diferentes dimensões de uma mesma personalidade, Weill criou caracterizações distintas.

Enquanto o papel de Anna I foi escrito para uma cantora, Anna II é vivida por uma atriz ou bailarina. Por sua vez, os demais personagens – o pai, a mãe, os irmãos – funcionam como um coro, assumindo diferentes identidades musicais ao longo da história.
Cada cena da ópera é dedicada a um pecado capital.

Na primeira, Preguiça, Weill faz uma paródia da música coral enquanto a família pede a Deus que a ajuda na jornada; na segunda, Orgulho, evoca uma valsa; na terceira, Raiva, um fox-trote caracteriza o mundo do cinema; na quarta, Gula, a família de Anna se transforma em um quarteto de barbearia.

Na quinta, Luxúria, há uma cena de dança; na sexta, Cobiça, Weill parodia a ópera de corte heroico; e, na sétima, Inveja, uma marcha angulosa nos leva em direção ao Epílogo, quando Anna retorna à Lousianna.

A degradação do corpo de Anna II; a pobreza; a condição financeira que segrega e interfere nas relações sociais; o moralismo no seio familiar: ao longo da trajetória de Anna, Brecht e Weill fazem críticas agudas ao mundo capitalista.


Conheça a Equipe Criativa


Conheça o Elenco

Confira as entrevistas com o elenco

Clique aqui para Ler Mais

Clique aqui para Ler Mais


Clique aqui para Ler Mais
Clique aqui para Ler Mais

Theatro São Paulo 2021 © Todos os direitos reservados