saopaulo.sp.gov.br
|
Cidadão SP
       
/goversp
Cultura e
Economia Criativa
Compartilhe este evento
Notícia
26/05 – Série Música de Câmara Brasileira

Formado em 2014 por quatro instrumentistas de renome no cenário musical brasileiro com vasta experiência em música de câmara, o quarteto é possivelmente o primeiro grupo profissional com essa formação no Brasil. A principal proposta do quarteto é divulgar a música nacional, com ênfase no repertório de vanguarda, ainda pouco conhecido no país. Apesar do São Paulo Piano Quartet ser um grupo recémformado, já recebeu várias propostas de recitais para 2015 e 2016, tanto no Brasil como no exterior, onde fará também estreias de obras brasileiras escritas especialmente para o grupo.

São Paulo Piano Quartet

São Paulo Piano Quartet

Paulo Henrique Almeida, bacharel em piano pela Universidade de São Paulo sob a orientação do pianista Eduardo Monteiro, onde atualmente cursa o mestrado em música sob a orientação do pianista Ricardo Ballestero. Conquistou importantes prêmios em concursos de piano no país, dentre eles o III Concurso internacional Grieg-Nepomuceno, Concurso “Nelson Freire” OSB Jovens Solistas 2010, XV Concurso Jovens Solistas da OSPA, XI, XII e XIII Concurso de Cordas “Paulo Bosísio” (melhor pianista acompanhador). Apresentou-se como solista frente a várias orquestras brasileiras, tocando sob a regência de importantes maestros como Abel Rocha, Marcelo de Jesus, Isaac Karabtchevsky, Roberto Minczuk, Kirk Trevor, entre outros. Como camerista, tem se apresentado em importantes salas do país, tocando ao lado de grandes personalidades do meio musical como Paulo Álvares, Eduardo Leandro, Florent Jodelet, Davi Walter e Romain Guyot. Desde 2011 é pianista colaborador das produções operísticas do Theatro Municipal de São Paulo.

Maria Fernanda Krug, ex-aluna de Salvatore Accardo, chefe de naipe dos segundos violinos da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Atuou como solista com orquestras internacionais como Kremlin Chamber Orchestra, Salzburg Chamber Soloists, Capella Bydgostiensis (Polônia), onde gravou seu primeiro de dois CDs pela Dux Records. Solista também frente a importantes orquestras brasileiras e sob a regência de maestros como Luiz Fernando Malheiro, Roberto Tibiriçá, José Maria Florencio, Celso Antunes, entre outros.

Bruno de Luna, integrante da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, é bacharel pela Universidade de São Paulo e mestre pela Westfälische Wilhelms Univesität Münster na Alemanha. Foi integrante da Orquestra Sinfônica de Aachen e participou de turnês junto à Orquestra de Câmara de São Petersburgo, Orquestra Sinfônica de São Paulo, Companhia Brasileira de Ópera, entre outras. Obteve o primeiro lugar no XIII Concurso de Cordas “Paulo Bosisio”, e foi premiado no concurso jovens solistas da Orquestra Experimental de Repertório em 2005.

Mariana Amaral, concertino da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, recém-chegada da Alemanha, onde estudou na Folkwang Universität der Künste (Essen) sob a orientacao dos professores Alexander Hülshoff, Fridermann Pardall e Uli Wettler. De 2012 a 2014 integrou ao naipe de violoncelos da Staatsorchester Rheinische Philharmonie (Koblenz). Em 2013 foi primeiro cello da Kammeroper Köln. Participou de vários festivais nacionais e internacionais. Em 2005 foi contemplada com uma bolsa da Fundação Vitae para estudar na Academia Ferenc Liszt em Budapeste (Hungria). Foi vencedora do prêmio Ayrton Pinto no Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão como bolsista de maior destaque na categoria cordas. Foi premiada dois anos consecutivos no Concurso Jovens Solistas da Orquestra Experimental de Repertório em 2005.

Programa

Henrique Oswald (1852 – 1931)
Quarteto em Sol maior, Op. 26 (30’)
I. Allegro moderato
II. Andante con moto
III. Scherzo (Prestissimo)
IV. Adagio
V. Molto allegro

Alexandre Schubert (1970)
De Lumine (10′)
I. Splendor
II. Candor
III. Lumen

Liduino Pitombeira (1962)
Seresta N. 5 (7′)
I. Incelença
II. Embolada

Neder Nassaro (1961)
Gestos Elípticos (8′)

Theatro São Paulo 2021 © Todos os direitos reservados